terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Deus não é absurdamente onipotente


Um dos nomes de Deus é El-Shaddai: Deus Onipotente.
Baseados nesse conceito, alguns ateus propõem desafios lógicos como:

- “Deus pode criar uma pedra tão pesada que ele não consiga carregar?”
- “Deus pode criar um quadrado triangular?”
- “Deus pode forçar alguém a escolher livremente algo?”

E aí, quando o cristão tenta responder, rapidamente percebe que caiu numa armadilha aparentemente inescapável. Com alegria indisfarçável, o ateu puxa o às da manga e brada:

- "Então, se Deus não pode alguma coisa, ele não é onipotente!"

Relaxe: a armadilha é idiota. Trata-se de uma "pegadinha" semântica e (i)lógica, baseada num conceito errado de onipotência – poder fazer tudo, certo ou errado, inclusive coisas absurdas e contraditórias. Alguns ateus querem redefinir o conceito bíblico de onipotência, mas o cristão é você: a Bíblia está em suas mãos, e é nela que se encontram as definições verdadeiras sobre Deus e seus atributos. Use a definição bíblica de “onipotência”, não a do dicionário.

Biblicamente, não estamos autorizados a afirmar que Deus pode fazer qualquer coisa – um "triângulo quadrado", por exemplo – mesmo coisas que sejam contrárias à sua natureza ou simplesmente não façam sentido.

Dizer que “Deus não pode mentir” (Tito 1:2, Nm 23:19, Hb 6:18) ou que ele “não pode criar uma pedra tão pesada que ele não consiga carregar” não é negar ou diminuir sua onipotência. A frase “uma pedra pesada demais para Deus levantar” descreve algo logicamente impossível, ou seja: não descreve nada. Exigir que Deus faça um quadrado redondo é um absurdo lógico e sem sentido, é exigir que Deus faça “nada”.

O fato de Deus ser onipotente não significa que ele possa fazer coisas contraditórias ou realizar impossibilidades lógicas. Deus não é absurdamente onipotente.

O desafio ateísta seria assim: “Se Deus não pode pecar como um demônio, ele não é onipotente.”
Ou então: “Se Deus não pode ser contraditório, ele não é onipotente”
Ou: "Se Deus não pode agir como um idiota louco, ele não é onipotente"

Eu respondo a eles: "Ainda bem!" E prossigo no caminho da lógica, seguindo o seu Autor.

6 comentários:

  1. Deus pode parecer contraditório a nós humanos, limitados pelo nosso intelecto terreno. Muitos mistérios fogem ao nosso entendimento, exatamente porque Deus está acima da nossa insignificante compreensão (somos cacos entre outros cacos).

    O desafio lógico é mesmo ridículo, uma vez que Deus não pode ir contra a sua natureza, contra os seus próprios atributos: se Deus é onipotente (e é), não pode abrir mão da sua onipotência. Sendo onisciente, não pode ser limitado pela sua própria onisciência e sendo onipresente, não pode se limitar pelo mesmo atributo. Tampouco um desses atributos pode suplantar os demais. Eles estão em absoluta sincronia, por assim dizer, completamente harmonizados em si mesmos.

    Esse deve ser o argumento, s.m.j.

    Em Cristo,

    Ricardo

    ResponderExcluir
  2. hehehe

    Sem falar q essas perguntas não mostram q não existe um Deus, no máximo poderiam mostrar q esse Deus ñ é onipotente. Mas, claro q ñ mostram nem isso, mostram apenas q o conceito de onipotência do ateu q faz essas perguntinhas é fantasioso e q ele é um idota querendo se sentir cool às custas de alguém. Eu ñ deixo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Se olharmos o próprio universo veremos mais incoerêcias do que um triângulo quadrado, onde ele começa e onde termina? É curvo? é plano?
    É circular? É feito bolhas de sãbão? e feito em camadas? é compacto? É infinito?

    Não sabemos, mas somente de imaginar algo infinito nossa lógica se perde no irracional, onde estará o fim do infinito?

    Deus pode tudo, até mesmo o impossível, basta que Ele mude as leis. Sei que é complicado, mas
    Ele pode.

    ResponderExcluir
  4. Há realmente uma tendência a uma confusão na compreensão sobre a Onisciência e Onipotência de Deus. Poder tudo não implica necessariamente fazer tudo.

    Deus não mente, nunca mentiu, nem jamais mentirá. Deus não pode mentir porque nEle está a verdade absoluta. Quem mente é o Diabo. Sob nenhum ângulo crer assim limita Sua Onipotência.

    E isto não é auto limitar-Se... muito menos tornar-Se menos poderoso. Deus não precisa usar do erro para agir. Compreender esta questão implica fortemente em compreender a natureza divina, que é essencialmente sabedoria e justiça.

    "Deus pode tudo, até mesmo o impossível"...

    É... resta apenas definir para quem é esse "impossível". É o "impossível" para o homem ou para Deus?

    ResponderExcluir
  5. A primeira pergunta é mole de responder usando a palavra "onipotência" ao pé da letra (ou seja, como no dicionário).

    "Deus poderia criar uma pedra tão pesada que ele não consiga carregar? Ou Erguer?"

    Bem, se a resposta for "não", de fato Deus não é onipotente.

    Mas se a resposta for sim, os ateus dirão: "Ah, se ele não pode erguer uma pedra (seja lá o motivo, pesada, mágica, etc...) então ele não é onipotente".

    Acontece que se a resposta for SIM, Deus é onipotente mesmo levando a palavra onipotência ao pé da letra.

    Como?

    Me respondam uma coisa:

    Teoricamente um ser onipotente (ao pé da letra) pode fazer o impossível, não é?

    Se sim, então todos irão concordar que um ser dito cujo onipotente não conseguir erguer uma pedra é algo impossível, pois se ele é de fato onipotente ele obrigatóriamente poderia erguer uma pedra. Não é isso?

    Pois então voltemos a pergunta (levando a palavra onipotência ao pé da letra):

    "Deus poderia criar uma pedra tão pesada que ele não possa erguer?"

    Se a resposta for SIM, ele É ONIPOTENTE.

    Pois se ele tem a capacidade de fazer algo que é impossível, ou seja, criar algo que não lhe permita ter poder sobre esse "algo", então Deus está fazendo o impossível.

    Se ele faz o impossível, seguindo a lógica, ele continua sendo ONIPOTENTE! rsrs

    ResponderExcluir
  6. Outra coisa que mostra que Deus é onipotente são os ateus dizendo: "segundo os crentes, Deus não pode errar. Se ele não pode errar então ele não é onipotente".

    No livro do Genesis, após o dilúvio, Deus diz claramente: "Eu COMETI UM ERRO".

    Ora, se Deus assumiu um erro, então Deus ERRA também. Se ele erra, então ele PODE errar.

    Se ele PODE errar, ele é onipotente também nesse sentido.

    Quando na Bíblia diz que Deus criou o homem a sua imagem e semelhança o livro se refere apenas a aparência? Ou também a coisas como:

    Amor: Sabemos que Deus é amor, e que o homem também pode amar.

    Tristeza: Sabemos que Deus fica triste quando seus filhos não fazem o certo. O homem também pode ficar triste.

    Ira: Na Bíblia se fala da ira de Deus... e sabemos que o homem também pode ter ira.

    Enfim, há uma outra série de semelhanças entre Deus e o ser humano.

    Tudo o que é possível para o ser humano, é possível para Deus.

    A diferença entre o ser humano e Deus é que tudo o que é impossível para o ser humano, é possível para Deus.

    Por isso que ele é um ser SUPERIOR a nós.

    A mesma comparação eu faço entre nós humanos e animais.

    Pela nossa inteligência, nós humanos somos capazes de fazer coisas que animais não podem fazer, como construir computadores, elaborar cálculos matemáticos, observar o mundo e o universo a nossa volta com perspectivas diferentes.

    Se animais fossem humanos, nós seriamos deuses perante eles!

    Mas apesar de existirem humanos que maltratam animais, existem humanos que cuidam deles, que amam eles. Não é?

    Deus seria mais ou menos um "humano" que ama os "animais" (humanos).

    PS: Não estou comparando nós humanos com animais em termos de "seres" e sim em termos de "poder".

    Enfim, Ele pode fazer o que nós não podemos!

    ResponderExcluir